Páginas

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Nasceu o primo João Marcelo

No dia 6 de Fevereiro publiquei um post aqui no blog com o título Imaginação. Neste post eu falava um pouco de como imagino a minha interação com o Pedrinho e seus primos Rafa e João Marcelo. Para quem se lembra, o João Marcelo era o último a chegar no quarto gritando que também estava acordado e queria ir a praia.

Esta madrugada tivemos a grata surpresa de que o João Marcelo é, na verdade, bastante apressadinho. Acho que naquela história ele chegaria antes dos primos gritando "vambora!!!". Estava tudo combinado para o nascimento dele na próxima quinta-feira às 19:00h. Horário marcado, agenda bloqueada, carona combinada, tudo certinho. Mas acho que ninguém avisou ao principal interessado, que aproveitou a lua cheia e decidiu nascer hoje mesmo.

O papai Marcelo estava meio preocupado do João Marcelo nascer no dia 24 e ficar ouvindo gracinhas no colégio, então o apressadinho decidiu comemorar o seu aniversário no mesmo dia em que Karl Marx publicou seu Manifesto Comunista, que a batalha de Verdun começou na Primeira Guerra Mundial e que o The New Yorker publicou sua primeira edição. Decidiu chegar antes, na madrugada de domingo para segunda. Por que esperar até quinta-feira???

Tio Dudu e Dinda Lili foram visita-lo logo de manhã, arrumando na correria as lembrancinhas da maternidade que chegaram de Miami este final de semana. Da minha parte confesso que passei por um turbilhão interessante de emoções. Fiquei muito muito feliz com a chegada do João Marcelo, adorei segurá-lo no colo, vê-lo abrir os olhinhos com dificuldade para este mundo que ele só começou a conhecer.

Mas saí da maternidade com um sentimento de... como posso dizer... um sentimento de... PÂNICO!!! Daqui a alguns dias, sabe-se lá quantos, estarei na mesma posição do Marcelo. Pai de um menino que está fora da barriga, que chora com a vacina, que precisa se alimentar e que tem um colchão de bebê conforto! Sim, porque hoje, depois de uma maratona de compras em Miami, descobri que o Pedro ainda não tem o tal colchãozinho do bebê conforto. Este colchão que fica no carrinho do berçário quando ele nascer. Aliás, também não tem o colchão do carrinho. Nem o colchão do berço. Ele não tem onde dormir!!!

Pânico.

Beijos do Tio Dudu.

"Onde eu estou? Porque tem tanta gente me olhando?"

4 comentários:

  1. Muitos beijos para o João Marcelo, mamãe e papai!Vovós e vovôs! Titias e titios! Dindas e dindos :)

    ResponderExcluir
  2. Esse Japonês Bocudo muito lindo!!!!

    ResponderExcluir
  3. Passei exatamente pela mesma sensação qdo fui visitar Manu 4 dias antes do Rafael nascer!!! Pânico!
    Mas, apenas para acalmar pais aflitos, o tal 'dom materno/paterno' chega juntinho com o novo integrante. E conseguimos, não sei como, nos virar super bem!
    ruim mesmo, meus amores, são as febres e visitas ao hospital!!! isso sim é PÂNICO! [só estou falando isso pq essa semana visitei o hospital e ainda tive que ver meu nenem tirar sangue!]
    amo vcs.
    E saúde para João Marcelo!!! Seja bem vindo!!
    bjsss

    ResponderExcluir
  4. Que Deus abençoes o João Marcelo!
    Parabéns, papi e mamãe!!!
    Beijos da Rê

    ResponderExcluir